Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2010

Um brinde

Imagem
Hoje eu quero brindarEssa solidão que me invadeA raiva que me queimaA hipocrisia do ser humanoAs coisas incertasAo sentimento em meu peitoQue insiste em me ferirA indiferença do ser humanoAos corações gelados, calejadosUm brinde aos rejeitadosUm brinde a minha ignorânciaUm brinde... Um brindePara a minha luta inútilPara a minha estupidezUm brinde aos amigos Aqueles fora do cenárioOu seria imaginário?Um brinde ao recomeçoQue seja sem tropeçoPorque eu mereço
Um brinde a vocêQue me fez enxergarO quanto fui ingênua
Mas nunca é tarde para acordar...

Coração é terra que ninguém vê

Imagem
Não adianta plantar, cultivar e tentar colher em terras infértis e secas


Quis ser um dia, jardineira de um coração.Sachei, mondei - nada colhi.Nasceram espinhos e nos espinhos me feri.Quis ser um dia, jardineira de um coração. Cavei, plantei.Na terra ingrata nada criei.Semeador da Parábola...Lancei a boa semente a gestos largos...Aves do céu levaram. Espinhos do chão cobriram.O resto se perdeu na terra dura da ingratidão.Coração é terra que ninguém vê , diz o ditado.Plantei, reguei, nada deu, não.Terra de lagedo, de pedregulho, teu coração.Bati na porta de um coração. Bati. Bati. Nada escutei.Casa vazia. Porta fechada, foi o que encontrei...
(Cora Coralina)

A Loba em mim

Imagem
Ainda que para seus olhos eu pareça inocente, sensível, romântica, eu digo que sou exatamente assim, uma mulher doce e quando amo é por inteiro e apenas um, fiel por extremo. Mas também quero o mesmo de quem eu amo, não por ser egoísta e sim porque acho justo e certo. Se perceber que estou sendo traída à loba que existe em mim toma a sua forma e vai se defender pagando da mesma forma.
A loba que me fortalece, cuja forma e força me alimenta Nas horas em que busco encontrar... Com olhos de fogo pelas noites das florestas de minha alma Dai-me a paciência de caçadora para que jamais venha a render-me a mim mesma Dai-me forças para seguir ouvindo o vento... Que nada jamais me abale diante das montanhas cinza que me cercam Dai-me a nobreza, a paz, o dom de ouvir o canto pelas frestas escuras O rosnar que sinto dentro do peito...

Quando ninguém vê

Imagem
Já abri e fechei o World não sei quantas vezes Já fiquei aqui olhando essa tela estúpida não sei por quanto tempo Em algumas fases de minha vida eu me senti vazia Mas jamais me senti tão oca Pareço ter perdido a capacidade de criar É como se tivessem me levado àquilo que mais gosto Queria entender o ser humano, seus atos e atitudes Queria saber por que você parece tão importante E como num piscar ninguém te reconhecesse mais Não sei se fico triste ou decepcionada com isso É me sentir flutuando no meio do nada Tentar agarrar o mercúrio e ele escapa entre os dedos Ele se divide em tantos que fica impossível agarrar Fico aqui neste quarto vazio, coração vazio e na mão
A mão vazia sem nada que complete essa vida
Tudo gira ao redor do amor, seja bom, seja ruim, seja breve
Textos sem uso, que só servem pra botar pra fora o que te dói por dentro
Textos baratos, que pedem uma palavra, um ato de carinho, um alento
Textos que nem querem mais ser escritos, que não conseguem sair em algo bom, útil
Já não importa…

Segredos

Quando eu morrer, seja pra onde eu for, terei que prestar contas. Pelo menos é o que dizem, só vou saber mesmo quando morrer. Pois bem, aí eu me pergunto: Terei que contar os segredos também? Porque segredo todos tem, não é mesmo? E eu então além dos meus segredos, guardo segredos que me confiaram. Conto os meus apenas ou conto também os alheios? Bem, deixamos pra quando eu morrer, agora eu quero mesmo é te contar um segredo...


Deixa-me contar-te um segredo Um segredo que me mudou Me deixa livrar-me do meu medo Deste medo que me calou... Esta noite sonhei com você Tudo o que desejava Neste sonho eu te amei E você me amava Este sonho que não me sai da mente Eu fui sua dona só e unicamente Tivemos uma noite de amor Satisfiz o teu desejo Numa onda de calor carinho e ternura Esta noite você me amou...

Foi assim que esqueci de você

Imagem
Certas vezes na vida, queremos tanto algo que ficamos cegos, não percebemos a realidade.Fórmulas para o amor, não existe. Ele nasce ou não. Amor não se escolhe, amor se vive. Lutar por aquilo que ama é fundamental; saber perder é nobre. Aceitar a derrota e partir para outra é, muitas vezes, a única opção."Que não seja imortal, posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure".(Vinícius de Moraes)O ser humano é composto por sentimentos, mas também de razão. E entre esta e aquela, prefira a segunda. Porém, o amor é fundamental. Deixe por conta do destino, mais cedo ou mais tarde o amor esbarra em você, quando você menos esperar estará vivendo um grande amor. Não perca tempo perseguindo o que te é negado. Deixe os sonhos românticos por conta do acaso. Afinal, "Não precisa correr tanto; o que tiver de ser seu às mãos lhe dará”, ou seja, se tiver que ser, será." Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos, resta-nos um último recurso: não fazer mais na…

A verdade

Imagem
Talvez eu pareça ingênua, e às vezes eu realmente sou, porém eu tenho uma característica e essa é bem forte sou “observadora”. Nesse meu caminhar pela vida vi um pouco de cada coisa, mas algo me chamou muito a atenção. “As pessoas falam muito em verdades, em serem verdadeiros”. Alguns até batem no peito dizendo: --- “Eu sou verdadeiro”... Pecam dizendo isso, contra eles mesmos... Tem uma frase interessante e muito verdadeira: “Deus jogou o espelho da verdade e ele se quebrou e cada um pegou um pedaço do caco dizendo que era dele”. Acho que é mais ou menos assim. Na realidade mesmo eu quero dizer que todos se acham donos da verdade, mas não são donos de merda nenhuma... Encerro com a frase “Sua verdade começa a partir que a minha termina”.


A porta da verdade estava aberta,
Mas só deixava passar
Meia pessoa de cada vez.
Assim não era possível atingir toda a verdade,
Porque a meia pessoa que entrava
Só trazia o perfil de meia verdade,
E a sua segunda metade
Voltava igualmente com meios perfis
E os meio…

Somente eu

Imagem
Eu tenho a mim Eu tenho a minha verdade Mas quem é dono da verdade? Penso não ser dona de ninguém Porque mudaria pelo outros? Será que eles mudariam por mim? Não sou de muitos amigos Na realidade conto nos dedos E pensando aqui... Não vivo só porque me agrada Mas porque aprendi a ser só Na hora do sofrimento Apenas penso... Não vou mudar o roteiro dos meus passos...

Seria Incomodo ??

É um mal-estar, um incômodo. O sexto sentido em ação.
Não se sabe nada, não se tem notícia. Sumiu. Fato não extraordinário, mas algo diz que esse em especial; na verdade, nem tão especial assim; seria diferente.
O silêncio, nem uma palavra sequer. Nenhuma das partes demonstra nada. Foram dito com receio, palavras jogadas como quem nada quer, como se, se algo no caminho se perdesse, fosse sorte. Uma notícia dada sem a pretensão de chegar ao destinatário."Um acidente de percurso, meus pêsames... Não queria que isso chegasse, não queria que doesse..."E nas entrelinhas lê-se: nesse exato momento, não queria que sentisse o que sente!
Indiferença... Falsa indiferença!
Quem disse, desconversa, quem ouviu, quer acordar.

Esconde-se a história, foi tudo uma bela tragédia da impossibilidade.
Ainda está sumido, perdeu-se daqui (ou seria aqui?).
E amanhã, quem sabe... O que os olhos não vêem, o coração não sente.

Balanço

Hoje fiz um balanço das coisas que coloquei aqui, são 6 meses de textos, sentimentos, vídeos trabalhados com emoção, amor, ternura.
Não vou me aprofundar nisso, porque são lamentos e ninguém gosta de lamentos, mas de certo vou escrever aqui que...
" De nada adianta se ter um coração, fazer com emoção e amor"
Fica aqui registrado aquilo que fiz com amor...
Está chegando o Natal e sempre fico mais emotiva, mas não tenho o direito de deixar as pessoas assim também, então me reservo...



Nesse balanço pude perceber o quanto eu sou estúpida, ridícula, blá, blá...E posso imaginar o quanto servi para risos de outras pessoas.
Não quero com isso a pena de ninguém e também que se sensibilize. Fiz o blog como se fosse um diário. Ao invés de escrever em folhas e elas amarelarem ou se estragarem com o tempo.




Não foi um tempo perdido, foram horas em que joguei toda a minha emoção e não me arrependo disso...Tem outros mais, alguns estão no youtube e outros deixei em meu computador e assim vão ficar…

Simpatia

Imagem
Simpatia é o sentimentoQue nasce num só momento, Sincero, no coração;São dois olhares acesosBem juntos, unidos, presosNuma mágica atração.Simpatia são dois galhosBanhados de bons orvalhosNas mangueiras do jardim;Bem longe às vezes nascidos,Mas que se juntam crescidosE que se abraçam por fim.São duas almas bem gêmeasQue riem no mesmo riso,Que choram nos mesmos ais;São vozes de dois amantes,Duas liras semelhantes,Ou dois poemas iguais.Simpatia meu anjinho,É o canto de passarinho,É o doce aroma da flor;São nuvens dum céu d'agostoÉ o que m'inspira teu rosto...Simpatia é quase amor!(Casimiro de Abreu)

O Céu e o Mar

O céu e o mar olham-se Sem nunca terem se tocado Olhando no infinito assim se vê Mas não é, não passa de um sonho Quem sabe o destino junte o céu e o mar Enquanto não acontece O mar sorri em forma de ondas ao céu O céu envia seu brilho ao mar Namoram entre olhares Criando o verbo amar E quando chega o entardecer, Quando a noite vem chegando O céu envia o Sol ao mar Como um beijo de despedida Para no amanhecer voltar A poder se olhar Quem sabe um dia o destino Junte o céu e o mar...

Amo em silêncio

Quem nunca anou em silêncio? Deixou que o amor ficasse guardado em seu coração? Os motivos são tantos que não se pode relatar, apenas amar em silêncio...Esse poema agora ficou completo, graças a você Telma que me enviou a música para tal. Esse vai pra você, quero tudo de bom nessa vida para você, que viva sua paixão e seja feliz...



Silêncio...
A poesia quer falar.
Silêncio!
A poesia quer cantar.
Silencie a mente
Silêncio!
A alma quer sentir!

Silencie o medo
Desvende o segredo!
Silêncio!
O coração quer confessar.

Silêncio! Ouça a razão da vida!
Em seu começo, ou despedida
Silêncio!
O amor quer falar!

Quanto ao tempo

Queria escrever sobre o tempo Mas o tempo é o tempo Ele pode ajudar em algumas formas Ele nos faz esquecer Ele pode juntar o que estava separado Como também pode separar de vez Cicatriza ferida O tempo envelhece O tempo pode tudo Não demore, quanto ao tempo Pra chegar... Porque o tempo não pára... O tempo faz pensar O tempo faz chorar O tempo faz amar Só não demore quanto ao tempo... O tempo domina O tempo incrimina O tempo não termina Vê se não vacila... O tempo nos faz esperar Tempo, tempo, tempo... Fiz esse vídeo com tempo Mas talvez perdesse meu tempo Deixo-o aqui porque Talvez ele se exploda A qualquer momento<

O quadro

Imagem
Lá estava ela presa naquele quadro, olhava quem por ela passava, como se aquelas cores perfeitas fossem as suas. Alguém a tinha pintado assim, idealizado, retocado nos pormenores. Depois de tê-la prendido naquela tela para sempre, acrescentou a moldura fios dourados.
Imaginava-se a preto e branco, dramática, ou em pinceladas de cores fortes, revelando todos os contrastes. De alguma forma, ela detestava aquela perfeição que o pintor lhe atribuíra, aquilo que o retrato mostrava. Culpava-se por ter sido capturada assim, escondendo os tons escuros da sua personalidade.
Foi-lhe doloroso entender que precisava uma fuga. Pode perceber de que o tempo corroia a moldura, pouco a pouco. Esperou até que a primeira lasca se soltou. E depois outra e outra. Seria só uma questão de tempo e de paciência. Em breve a moldura partiria, deixando-a fugir para um cenário onde pudesse mostrar todas as cores da vida, sem moldura fixa, sem enquadramento.