Reflexo

Mesmo que os ventos soprem contrário, que tentem fazer com que eu perca as minhas forças para criar, imaginar, sonhar...Eu não vou deixar de acreditar nesse sentimento que existe dentro de mim...



Olho para a lua e a contemplo
Como se pousasse para ela
Com o brilho das estrelas
Pinta-me de branco com sua luz
Conta-me segredo de amores
Nem sempre com final feliz
E outras sem final algum
Mede a distância entre a terra e ela
E fala desse abismo que nos distância
Olho para dentro de mim e enxergo do que sou feita
De saudades, vontades e impossibilidades
O tempo que me foge entre os dedos
Enquanto sonho com o impossível
Invento um mundo onde encontro a voz do silêncio
As coisas amadas flutuam num céu que não me pertence
Preenche o espaço além do que eu poderia chegar...

Comentários

  1. Sempre ouvi dizer que se não acreditarmos em nós quêm o vai fazer?
    Tens mais é que acreditar em ti mesma, o texto é muito bonito, um excelente sabado, bjs

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde anônimo e boa noite a vc. Sempre acreditei em mim e em meus sonhos, mesmo que sejam remotos...Mas sempre tem alguém querendo colocar pé frio ou desanimar vc. Sou quem sou, gostem ou não...Passageira nessa vida, sofredora, com problemas e quem não os tem? Marcas no coração que o tempo não apaga, mas ainda caminho. Fico feliz que gostou, obrigada. Excelente sábado tb a vc. Beijão.

    ResponderExcluir
  3. oi LU...passei por aki prá ti fazer uma visitinha.maravilhoso seu bloog.estarei sempre por aki tambm.bjos.ótimo domingo prá vc.te adoroooooooo de montão.

    ResponderExcluir
  4. Que prazer ter vc por aqui, venha sim, poxa fiquei feliz. Ótimo domingo tb a vc...Fique a vontade a casa é sua tb. Beijão em seu coração.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só quero ser sua amiga

Templo dos Guerreiros

Psoríase