Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

Queria voar

Imagem
Todos nós já pensamos em querer poder voar. Eu realmente voo em pensamento, sinto realmente que passo por entre as nuvens, e vou a lugares distantes, muito além do que se poderia estar. Mas isso é só em pensamento mesmo, morro de medo de voar, tive três únicas chances de estar no ar, isso dentro de um avião e confesso que o tempo todo que ali estava eu queria mesmo era estar em terra, não tive a coragem nem de olhar na janelinha, nem perto dela quis sentar.

Peguei em uma borboleta. Observei as suas belas cores... Recortes das asas. Soltei-a para voar em liberdade, para fazer as suas escolhas, para por fim viver intensamente. Parti com ela no mesmo voo, e por entre as árvores, oceanos, cidades, rios, montanhas, procurei por algo, talvez por você... Achei que poderia observar seus passos. Por onde anda, com quem está, quem será que você beija, abraça. Voei, voei bem alto, apenas para ver se encontrava você, apenas queria saber se está feliz, triste e se pensa em mim, tudo em vão... Deixei que…

Anônimo

Imagem
Minha resposta a você anônimo vai como post... Erramos sim, e eu não me descarto disso. E realmente e muito mais fácil olhar o erro dos outros. Pessoas que fazem isso, parece querer se firmar em ser perfeito e longe de erros. Mas o que realmente dói, é você ter errado, tentar se redimir dos erros e confiar para alguém, como se fosse um pedido de socorro e você recebe uma bela apunhalada pelas costas. Você perde totalmente o rumo, essa é a verdade. Já fazem 4 anos que meu pai faleceu, desde então venho analisando cada atitude do ser humano. Meu pai era uma pessoa simples, lutou muito para que nada nos faltasse e quando se firmou na vida, além de nos ajudar ele muito ajudou a muitos amigos na época. Infelizmente ele veio a perder tudo que havia construído, e não vou citar aqui, pois penso que não vem ao caso. Nesse estágio de sua vida, onde acabou por perder tudo, ele começou a procurar então aqueles supostos amigos, onde ele tanto ajudou e já se pode imaginar o que ele recebeu como resposta…

Cadê???

Imagem
Curioso como o ser humano tem a capacidade de falar e escrever sozinho, quem ouve ou lê deve imaginar ser pura loucura. Eu digo e escrevo bem consciente que de louco nada se tem, porque não se está sozinho, temos o papel,  caneta e os dedos para escrever, os olhos para ler e a alma para escutar... Isso é mais que o suficiente.

Cadê você
Que sussurra aos quatro ventos
Dizendo que acabou o silêncio
Deixando-me só em pensamentos
Cadê você que ama
E me faz reviver
Que me faz sentir
Cadê você saudade
Cadê você silêncio
Que acende
Inunda com sua luz
Finge me querer
Luzes ficam à sombra
Machucam esse meu querer
Então quebre o encanto do silêncio
Traga-me sussurros e deixa acontecer
Não me deixes
Traga mais uma noite
E me leve além do silêncio...

A rosa

Imagem
Em um solitário de cristal
Existe uma rosa, linda
A pétala sedosa e macia
Um perfume sutil, tão natural
Me vejo junto dela fascinada
Da rosa quero a essência
Não sei explicar a natureza
Da essência que acalma, hipnotiza
O perfume que inebria
O mundo rende-se à sua suavidade
De uma paz e ternura, simples e nua
De uma tamanha pureza
Enfeitando o solitário de cristal
A vida parece florir em beleza
Harmonia, perfeita, magia
A mais pura inocência...

Palavras soltas

Imagem
A casa dorme, a cidade dorme… E eu mergulho nestas linhas com uma caneta que desejava ter os finos contornos de uma pena, porque me parece que seria mais romântico escrever com uma…

Às vezes relembro um passado onde a emoção não era ainda a coreógrafa dos meus dias sempre iguais. Recordo um tempo em que tomei como refém a lucidez ao invés de me mover ao ritmo do dedilhar da minha loucura. Sempre fui racional, séria.

Hoje em dia só queria ser criança e lidar com os afetos de maneira espontânea, natural… Às vezes queria que a minha única preocupação fosse o paradeiro do meu brinquedo preferido ou o que a minha mãe diria quando visse mais um vestido rasgado e os joelhos de novo esfolados…

Quando olho o álbum de fotografias vejo a alegria despreocupada que me emoldurava o rosto… O esboço de alguém ainda imune ao toque da idade e do tempo. E queria poder refugiar-me para sempre nos olhos cor mel, marotos, mas meigos, que me espreitam da moldura e não ter mais de pensar no que sinto.

Talvez…

Tentei o suicídio rsrsrs

Imagem
Eu tentei cometer o suicídio, mas operação frustrada. Calma! calma! Não fiquem tristes por não ter dado certo, na verdade mesmo eu não tentei isso e nem vou tentar, porque por mais amarga que seja a vida, isso de suicídio é uma grande besteira. Vou explicar o que aconteceu... Resolvi dar uma de dita e fui limpar o meu banheiro do teto até o chão e suas peças. Para isso usei a candida pura. Meu banheiro é bem pequeno, apenas uma pequena janela para a ventilação. Em consequência disso quase tive uma intoxicação devido a cândida. Dos males o menor, fiquei apenas com uma irritação na garganta, mas logo passa...Mas de uma coisa eu tenho certeza, meu banheiro está brilhando e a minha vida também. Para aqueles que me odeiam e gostariam de me ver morta, sinto muito, mas vocês vão ter que me engolir e por muito tempo. Agora para aqueles que de alguma forma sentem carinho por mim, fiquem tranquilos pois jamais cometerei esse ato.

Eu e a Lua

Imagem
Ao clarão da lua deixo que uma lágrima caia na face...
Não procuro a melodia esquecida em mim mesma
Nem o sorriso iluminado neste rosto de criança...
Não procuro nem a felicidade nem a paixão
Que outrora fizeram parte dos sonhos de adolescente
Debaixo da proteção da lua apenas procura o alivio...
Hoje sou o rio que os meus olhos tendem a ver...
Apenas quero a liberdade desta água cristalina
Criada em mim tendo como origem a minha alma e o meu coração...
Não procuro que me entendam e que me passem a mão na cabeça
Não procuro ajuda ou um sorriso...
Apenas aquele sentimento de estar só...
Sei que nele ninguém me julga ninguém me olha
Porque na minha solidão apenas eu mando
Apenas eu escrevo as linhas de um cotidiano cinzento
Assim sozinha eu sou a cor e o arco íris na minha vida...
As lágrimas ainda correm por minha face
Ao senti-las pela minha face dou-me conta
Ainda sou aquela menina a quem partiram as asas dos sonhos
A quem pensaram poder roubar a capacidade de son…

Eu dancei com o amor

Imagem
Enquanto caminho por essas calçadas esquecidas no tempo, sei que, no meio de um nada feito de passado e esquecido no presente, grito, um grito doce, mas cheio de uma força, alimentado de esperança e saudade. Pressinto a chegada de um cavaleiro, imponente, que estende seu rosto para que o mesmo encante com um sorriso, a sua amada. E eu, descalça nessas calçadas, senti os ponteiros pararem, senti as horas se trocarem, e a roupa voltar a ser vestida. Então de novo me senti completa. Com passos de magia a música se ergue no ar, e me pede para dançar. A música ecoou, como se o meu coração fosse o maestro de tal orquestra, e você, segura a minha mão, conduz meu corpo como se os dois nunca tivessem deixado de ser apenas um só. Senti voltar às certezas perdidas em batalhas só minhas, senti voltar aos sonhos de criança, e no meio de tal dança, senti os teus lábios tocarem os meus, e com tão puro ato senti que toda a esperança voltara de novo em mim, senti que toda a idade perdida dentro daquele …

Olhar

Imagem
O vento trouxe o teu suave e doce aroma  Temperado num mar de mel  Teu olhar lavou a tristeza e a angústia Serenou a minha alma  Vendaval dos meus pensamentos acalmou Deitei em uma branca nuvem Sorrindo para o universo em flor Livre de mágoa e dor Viajo com asas de uma águia Em uma noite com claridade, enluarada  Para o reino da paz e alegria Plantando com fervor em terras firmes Regando com águas de serena calma  Florindo a terra pintada pelo arco íris Colheitas de flores com pétalas de amor...



Casinha Branca

Imagem
Projetei uma casa bem singela
Paredes pintadas de branco
Janelas pintadas com cores da pureza
Portas envernizadas com a nobreza
Projetei uma casa
Para nela o amor morar
Cheiro de mar e de campo
Cortinas de tons do azul céu
Tapetes em algodão como nuvens
Projetei uma casa
Para nela podermos morar
Resguardar-nos e nos amar
Lareira com fogo de amor
Com o perfume das flores
Tapete cor de areia e desenhado
O reflexo da lua sobre o mar
Projetei uma casa
Para com você lá ficar
De sentir a brisa na face
De um sentimento de amor
De uma canção de embalar
Da água nos rios a correr
Das florestas a verdejar
De não sentir nenhum sofrer
De poetas a rimar e versejar
Dos filhos a sermos abençoados
De velhas histórias de encantar
De sentir os aromas dos campos
O voar dos pássaros
O cheiro da terra molhada
Sem destino nos campos caminhar
Sentir na face o beijar da chuva
O doce sabor de uma fruta
Só projetei...


O Braço da Árvore

Imagem
Encruzilhadas da vida que de nós se apodera
Braços de árvore sem sentido definido
Que rasgos de luz te atravessem a alma
Que te acalmem essa dor que incomoda
Olha para a dança das flores
Olha para o seu lindo balé
Belas pétalas ondulantes
Sorrindo para o nascer do sol
Triste sorriso que te escurece as faces...
Males de outros te adoentam o ser
Que sentes como tuas as dores alheias...
Olha para a dança das flores...
Movimentos graciosos e insinuantes
Sorrindo inocentemente ao orvalho
Beijando a chuva que as fortalece
Dançando tangos e valsas com o vento
Olha para a dança das flores
Que te abrandem o ser...

Rosa

Imagem
Em um solitário de cristal  Existe uma rosa, acetinada  A pétala sedosa e macia  Um perfume sutil, tão natural Me vejo junto dela fascinada  Da rosa quero a essência  Não sei explicar a natureza  Da essência que acalma, hipnotiza  O perfume que inebria  O mundo rende-se à sua suavidade  De uma paz e ternura, simples e nua  De uma tamanha pureza  Enfeitando o solitário de cristal  A vida parece florir em beleza  Harmonia, perfeita magia  A mais pura inocência...

Fricasse de Frango a meu modo

Imagem
Hoje vou dar uma de mestre cuca, passar uma recetinha para vocês, espero que façam e aprovem...
• 2 peitos de frango, limpos e desossado
• 1/2 cebola média
• 3 dente de alho
• Orégano
• ½ xícara Cheiro verde
• 4 colheres de azeite
• 1 colher de sopa bem cheia de manteiga
• 1 copo americano e + 1 pouco de leite
• Sal a gosto
• 1 tomates maduro sem pele ou 5 colheres de sopa de pomarola
• 1 copo de requeijão ou catupiry ( em prefiro o requeijão, mas vai de gosto)
• 8 batatas médias cozidas (para o purê)
• Queijo ralado
Preparo
Cozinhe o frango com 1 dente de alho espremido, água até cobrir o frango deixe cozinhando até que ele fique macio. Deixe esfriar, desfie o frango. (reserve a água) Em uma panela, coloque as 4 colheres de azeite, esprema os 2 dentes de alho, coloque ½ cebola, deixe fritar por um pouco, e coloque o frango desfiado, junte o orégano a gosto, o tomate ou pomarola, coloque o sal (a gosto) deixe que refogue por algum tempo, depois coloque a água reservada do cozimento do frango e dei…

Mulher

Imagem
Estava aqui a ouvir música e não consegui desabafar os sentimentos nela contido. O valor da mulher anda tão escasso, existem pessoas que a usam como um objeto de prazer, sem perceber aquilo que contém em seu coração.
Tem mulheres que utilizam seu corpo o vendem por umas míseras migalhas, mas o que as levaram a isso? Opção? Não sei dizer. Porém, não vamos generalizar porque a maioria ao entregar-se a um homem o faz por um sentimento bem maior que as míseras migalhas.
Como diz a música... “Você foi o meu inferno e também o meu céu”. Ele se rendeu a ela, talvez porque a amasse acima de tudo. “Alguns te usaram para puro prazer, uma aventura, para se falar depois”.Quanto a esses, não passam de covardes. Deem o devido valor a mulher que vive a seu lado. E mulheres temos que nos dar valor...
Nada mais a escrever... Curtam a música, belíssima.

Não quero ficar nem sobre nem sob e, sim, ao lado de um homem. Não quero ser sua alma gêmea nem ser a sua metade. Sou inteira, sou humana. Muito prazer! Me…

Desconhecido

Imagem
Bom hoje quero dar mais uma dica. Assisti o filme "Desconhecido" e gostei. Vou escrever uma pequena sinopse do filme...
Um filme de suspense, com elenco afiado, especialmente no cast alemão, com destaque para o sempre eficiente Bruno Ganz. Liam Neeson dá o toque perfeito para o personagem em uma história muito bem bolada, com idas e vindas, muitas surpresas e final competente. Estrela o suspense "Desconhecido". E assim, aos 58 anos, Liam Neeson vira um herói de thrillers de ação. E dos bons.  Por isso, segure-se na cadeira, pois o que não falta são perseguições, tiroteios e até desfiles de espiões que sobreviveram à Guerra Fria. Neeson começa a história aterrissando em Berlim ao lado da esposa, como Dr. Martin Harris e Elizabeth Harris (January Jones). Porém, apenas alguns minutos depois de passar na imigração e ser apresentado à capital alemã em lindas cenas de cartões postais berlinenses, ele sofre um acidente. Quando sai do coma descobre que tem outro Dr. Martin H…

Dias assim

Imagem
Caminho por entre ruas cheia de pessoas,  olhando, mas não vendo, o chão que pisam.
É como uma espécie de ritual, uma peregrinação que termina, quase sempre, em algum lugar. 
Gestos cruzam-se, perdem-se, parecem almas desencontradas. Sento-me em qualquer lugar. Pego uma folha de papel e mais uma vez me deixo guiar pelo pensamento. É uma maneira de desabafar ou mesmo escrever segredos. Uma espécie de jogo, onde a tinta escorre e as palavras acenam. 
Por algum instante levanto os meus olhos e dou de encontro a um vulto familiar que passa apressado, olhando, distraidamente, nem se dando conta de que eu estava ali sentada. Eis aí a inspiração para as palavras fluírem. Bastou ver passar aquele perfil delineado pela lembrança, para a folha de papel se encher de uma invisível presença, de marcas que ficaram para sempre mudas pelo fascínio do que nunca chegou a ser, e até mesmo de um sorriso que não se pode penetrar, seduzido pela percepção daquela sombra. Assim nasce a mensagem nostálgica, que t…

Memórias soltas

Imagem
Já escutei e li tantas coisas sobre o que é um amigo...  E hoje parei pra pensar...
Será que sou sua amiga como penso ser?
Às vezes dentro da gente existe a certeza do que a gente seria capaz de fazer por alguém que a gente gosta.
Mas será que esse alguém sabe realmente disso?
Será que você sabe até onde pode confiar em mim e o tudo que eu seria capaz de fazer se fosse preciso?  Será que eu também poderia ter essa certeza quanto a você? Algumas vezes demora um pouquinho até se descobrir que determinada pessoa é única, mas quando se percebe isso... A gente corre pra junto dela ...
Pra contar alguma coisa muito boa que se viu ou o que a gente ta sentindo...
Para rir junto do que se achou engraçado, e quando se está triste é junto dessa pessoa que se quer ficar apenas por segurança..
Pra se sentir querida...
Pra se ter certeza que alguém gosta mesmo da gente.

Convite a dançar

Imagem
Ecoa no ar, e o sangue pulsa sem parar Se ouve, batendo fortemente, o coração
Chamado para o mundo louco Em que o corpo apenas segue E como uma onda que toma conta
Move-me de forma, contagiando teu corpo Com o meu que não consegue parar
E os corpos se colam, como duas peças a encaixar
Marcamos nosso próprio passo, sem nunca parar
Em uma dança de sedução, sem fala ou escrita Descola o corpo, para com os braços colar
E enquanto teu ombro gira, meu corpo desce Mexe sensualmente em torno de você
O ritmo abranda, as mãos fazem o tronco girar
De um pulo voltamos ao inicio, o bater do coração
Sabemos que somos um do outro, esquecemos a razão
O corpo tem aquela vida própria Que não ouve ninguém, não conhece um não O fim aproxima-se e não tarda o caminho que nos uniu
A musica termina, e de corpos suados
Em minha face sinto a tua mão deslizar
E agarra-me com a força para me beijar Assim terminamos de dançar E eu deixei de sonhar... E nunca mais senti me tocar...

Brincando de pensar

Imagem
Pois é eu também penso. Brinco com os pensamentos. Penso-nos outros. Penso em mim. Eu estou aqui. E os outros? A vida é assim mesmo, dizem. Uma história, várias histórias que, num determinado momento, se cruza. Pessoas comuns, sentimentos comuns. Somos o que somos no que nos damos no que transportamos no que transgredimos no que esperamos ou desesperamos e até no que quase nunca passa por nós, ou que passa, mas como, frequentemente, não sabemos ver quando e onde… Ignoramos o seu tempo, a sua presença, o seu desenlace. A vida é assim. Igual a si própria. Igual a nós. A maior parte das vezes, saímos de uma porta que não existiu para entrar em outra que também não existe. E é então que dizemos:  – Quem está aí?  –Somos nós ou os outros?  Nós, claro, e a nossa infinita solidão, mas só mais tarde nos reconhecemos. Para onde vamos?  Para onde vou?  A vida é assim. Cheia de amor. Cheia de mau amor. Cheia de desamor. Cheia de covardias, traições, desencontros…  Merecemos?  Mereço?  Ninguém sabe. Debato…