Pular para o conteúdo principal

Vento


O vento levou-me a você
Enquanto você olhava o horizonte
O sol estava se pondo
Eram seus olhos
Desfocados
Apaixonou-me
O modo de fechar olhos
Para observar o céu
Eu queria ser uma rosa
Para inebriar ti
Com o meu perfume
Mas eu sou apenas
Uma pequena mulher
Entre você e o pôr do sol.
Finges ti não notar
Minha presença
Mas meu coração foi à loucura
Fechei os olhos
Trazendo-lhe sempre nos meus olhos
E no meu coração, única estrela da noite

(Lucia)
Direitos Autorais
Lei nº 9.610/98

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Só quero ser sua amiga

O texto abaixo fui elaborado embaixo do chuveiro, como eu não tinha papel à prova de água e nem caneta, vou tentar passar todo ele, pode ser que escape alguma coisa, mas vale mesmo assim.

(Só quero ser sua amiga)
Eu não me aproximei de você, para saber se é feio (a), bonito (a), gordo (a), magro (a). Eu me aproximei de você porque quero ser sua amiga.
Eu não me aproximei de você para saber de sua vida íntima, profissional, social. Eu me aproximei de você porque quero ser sua amiga.  Eu não me aproximei de você para saber se é casado (a), separado (a), enrolado (a), ficante, tico-tico-no-fubá, para saber se posso ter um caso com você, porque não quero isso e nem tão pouco fuçar na sua vida, eu quero mesmo ser sua amiga.
Eu não me aproximei de você para querer saber seus dotes e o que você pode proporcionar de bens materiais. Eu me aproximei porque quero ser sua amiga.  Eu não me aproximei de você para querer saber seus erros, mas com certeza quero saber seus acertos e vibrar muito com eles, …

Você Me Levanta

Eu sei que o maior amor é aquele que começa por nosso ser.  Precisamos mais e mais desse amor em nossos corações, eu divido todo o meu amor, que é imenso. Sou um ser humilde, não tenho ambição, não levarei riquezas materiais para onde irei, levarei a maior riqueza que existe em mim, meu amor pelo ser humano, sem distinção... Não quero ser o centro, apenas ser gente...

Esse texto tem nome Gigi
"Eu ando admirada através da areia dourada  Sentindo seu amor e beleza  Hoje em toda a terra eu escolhi uma concha tão bela que encontrei ao longo do caminho Hoje eu ouvi uma voz suave dizendo na areia você vai ver muitos passos  Eu sei que quando todo mundo foi embora, eu sinto sua mão guiando o caminho me levando de volta para casa.  Enquanto caminho posso ouvir dizendo: --- Todos se foram, exceto eu... Jamais estará só."

Templo dos Guerreiros

As ruínas do Templo dos Guerreiros tem enormes cabeças de serpentes esculpidas em pedra. Esse palácio possuía mil colunas de sustentação que davam à volta em todo o prédio. Por volta do ano 1200, Chichen Itzá entrou em guerra com outras duas cidades da civilização maia-tolteca: Uxmal e Mayapan.
Os habitantes de Chichén Itzá fugiram para o sul, e a cidade quase foi destruída. Quando os navegadores espanhois desembarcaram no México, no século 15, encontraram a cidade abandonada. O mato e a selva cobriam os templos sagrados. No começo do século 19, as ruínas da cidade foram recuperadas e os símbolos da civilização maia começaram a ser decifrados. Chac Mool é uma estátua em granito, localizada na plataforma Vênus do templo dos guerreiros de Chichén Itzá. (a estátua em primeiro plano).
Em cima da estátua, ao centro, os Maias realizavam os sacrifícios para os seus Deuses.
Em geral, esses sacrifícios eram feitos com crianças, raras vezes com mulheres.