Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

Bailarina

Eram os olhos que a diferenciava
Seus olhos eram cheios de vida
Focados em seu próprio reflexo
Assim ela imaginou que sabia dançar
Tropeçou entre as pedras
Feriu-se nos espinhos
Continuou sua dança
Com as sapatilhas rasgadas
Os pés que sangravam
Queria apenas um lugar onde se encaixava
Onde era realmente valorizada
Não havia esse lugar...
Só na imaginação do seu coração
Sentiu o momento de descansar
E assim as sapatilhas aposentar...Lucia

Aqui Ficará

Aqui Ficará

Como em um horizonte perdido
O amor trancado em uma redoma
“Entre aspas”
Com paredes transparentes
Jardim brilhante floresceu
Sol, mar, montanha
Lugar selvagem
Santo
Encantado
Em meio à solidão
Um anjo permanece comigo
Dança como se fosse à última
A que será eternizada
Para sempre...Lucia


Alfabetizo

Alfabetizo

Eu alfabetizo sonhos
Em páginas não silenciadas
Com letras de seda
Entre as linhas da vida entrelaçadas
Com as linhas de amor infinito
Atada agora em meus pensamentos
Como refúgio da voz em meus lábios
Para que possam ler, navegando
O recitar intenso das noites...
Lucia

Palavras Soltas

O murmúrio do Mar distante, nos diz do silêncio
Onde melodia de harpa são flores com o doce mel
A vida dentro e fora de nós
Reúne todo o movimento e torna-se a sua alma
Uma luz no som, uma potência sonora semelhante à luz
É música adormecida, tente acompanhá-la...
Lucia

História Para Contar

Aventura da vida...
Não tem origem porque surgiu do nada
Impressa para o desconhecido
Como mágica assim se expande, cresce
Forte e frágil presa no tempo à memória
Outras vezes fixas em imagens e sonhos
Se desenrola dentro de nós o mistério
Viagem para o conhecimento e aprendizagem
Não tem fronteira...
Uma onda viajando no oceano da existência
Faz-nos percorrer sentimentos emocionais
Um fluxo de amor guia-nos e ajuda-nos
Cada vez que pensamos em desistir...(Lucia)

Folhear

Parece abraçar uma canção
E da luz folhear as páginas...
Eu te encontro entre linhas floridas
O moldar do amanhã
Escorrega por entre os dedos
Dias sem tempo
Entre as quedas
Sonhos que escreveu
Promessas embaladas com o vento
Desembrulhada a partir do tronco de vida
Pergaminho estrelado
Esperançoso na memória
Viva da aura do destino...(Lucia)

O Romance

O romance é escrito com a caneta da alma
Nos pertence, é único e inimitável
Original e maravilhoso...
É um raio de sol projetado do céu
Traduzido em imagens dançando nesta terra
Qual será o final deste livro de imagens não sei
Mas vamos ter provado a sensação de um momento
De "estar lá" como o brilho de uma página
Colocado no infinito do universo... (Lucia)

Olhos Da Paixão

Eu olho, eu mesmo no espelho
Quando fito teus olhos
Janelas para sua alma e coração
Vejo as estrelas brilhantes
A lua crescente sorrir
A noite se afasta
Escuridão se reúne
Aos tons distantes do horizonte
Me refugio...
No oásis de teus olhos nus
Sob o brilho da lua apaixonante
Teus olhos encantadores
Misturam-se aos meus
Na felicidade eterna ... Lucia


Preto No Branco

Meu mundo em preto e branco
É dia ou noite
Muito alto ou pouco audível
Muito claro ou escuro como a noite
Eu não me encaixo
Eu sou azul, verde
Laranja e amarelo
Vermelho e roxo
E sou ouro
Preto cobre-me
Branco coloca-me
Na fase em frente do mundo
Onde está o meio termo?
Não me faça escolher
Deixe-me ser o meio
Deixe-me ser rosa brilhante de alguém
Em um mundo de preto e branco
Deixe alguém ver as minhas cores
Deixe-os brilhar comigo...Lucia