Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2011

A tarde pensando

Passei a tarde pensando longe
Pensando em eu mesma
No que quero
No que sinto
No que tenho
Muito de mim vi morrer
Mas também vi muito nascer
No outro lado me vi brotando, boiando
Como uma rosa do campo, florescendo
A minha falta ainda me completa
Como a água que se foi embora
Meus pensamentos por mim são
Meus desejos pelos ares que se vão
Mas não posso por um ponto final
A história jamais terá um fim...

Saudades

Olhando ao longe pensei em você, fico aqui imaginando que poderia estar fazendo, olhei o relógio, perto da hora que costumávamos nos falar, senti saudades... Não estou distante de ti, estou bem pertinho, mais do que imagina. Bem atenta a cada linha. E mesmo que eu saiba, da distância que nos separa, ajuda pensar que podemos estar fazendo pedidos, a mesma estrela brilhante...
E quando o vento da noite começa a cantar, uma cantiga de solidão... Ajudará a pensar que estamos dormindo, debaixo do mesmo e enorme céu...
Saudades de você.

Meu amor

É tempo de nos lembrarmos do tempo, é hora de fazer o que temos realmente que fazer, o mundo pertence a nós e não conseguimos viver sem ele. Vamos deixar o controle de lado, fazer o que o coração diz e viajar sem passaporte. Voar da terra e tocar no céu. Sentir o infinito se realmente ele existe. Viver o que de verdadeiro existe para viver. Amar quem nos ama, e dar o amor em dobro. Esta é a maneira de sofrer por uma causa. Dedicar-nos antes de mais aos nossos sonhos, pegar nas atitudes e criar o seu mundo, por fim, habitá-lo aos condôminos que queremos que nos habitem para sempre. Gastar as vontades em atitudes, os projetos em ações, a fala na voz, a paixão no amor.


"Meu amor, é mais quente que um sorriso
Meu amor, é para todas as crianças necessitadas
E se alguém te perguntar quem é meu verdadeiro amor
Diga que meu verdadeiro amor
Está sempre aberto a todo amor que vier."

( Stevie Wonder )

Fantasia Real

“Apesar de todas indiferenças, não guardo rancor e jamais guardarei, e continuarei amando o meu próximo como sempre amei”. Não temas as fantasias nem os desejos mais profundos. A melhor expressão da energia do amor e da confiança em qualquer relação é quando se pode falar e demonstrar tudo o que sente. Quando conhecemos novos lugares, fazemos novas amizades, a alma se renova, parece que aquela tristeza incessante que está dentro de nós se dissipa por algumas horas. Faça uma caminhada e admire a natureza. Isso nos faz bem porque, nos divertimos um pouco mais, paramos de pensar somente em trabalho ou em outros problemas que nos angustia. Fique longe das provocações e nem pretenda convencer as pessoas sobre seus pontos de vista. Procure encarar as opiniões alheias com mais aceitação. Ouça mais opinando menos. Traga um pouco mais de romantismo e amor para sua vida... Especialistas dizem que o abraço é um ato que não gasta energia e ajuda a nos aproximar de quem amamos e admiramos. Então...…

Uma vez dado

Muito se fala deste nobre sentimento, conversas muitas vezes recheadas de falsidade. Usa-se e abusa-se desse tema com uma falta de vergonha que até me dá convulsões. Penso que deve ser um dos sentimentos mais lindos que se pode ter por alguém, com uma entrega total e uma partilha quase infinita.Ser amigo de alguém é ser cúmplice, apoio nas horas piores, sobretudo nestas alturas da vida. Sentir felicidade por eles estarem felizes, ser companheiro nas fases más. Nem sempre se consegue isso, a vida obriga a uma dispersão de atenções, mas que ela nunca seja maldosa e intencional, caso contrário à palavra amizade estará desprovida de conteúdo. Temos duas mãos, uma para dar e outra para receber... A chamada partilha! É a isso que eu chamo amizade. Isenta de interesses.

Conselho aos jovens de coração
Logo seremos velhos
Quando faremos isso funcionar?
O amor é uma promessa
O amor é um souvenir
Uma vez dado
Nunca esquecido, nunca deixe-o desaparecer...

Estradas da vida

No céu uma luz brilha, com a intensidade de um olhar, e aqui sentada no parapeito da janela permito-me viajar. Outras vidas, outras memórias, que nos livros de histórias alguém tentou partilhar, que nesta vida fazem a delícia de crianças ao deitar. Por vezes sou essa criança que a escada do palácio desce pronta a dançar, e o cavaleiro destemido um beijo vem roubar. Sonhos inofensivos, que acalentam a alma como um fogo perdido, e que dão sentido a tudo que tenhamos sofrido… Sonhos, os doces sonhos. Hoje sei que nunca vou desfazer deles, eles que dão sentido a minha vida, eles que são a luz no fim do túnel quando me sinto perdida, eles que me fazem levitar como uma pluma sempre que nos permitem tocar, eles que fazem as crianças, na sua inocência, em fadas e Pinóquio acreditar. Sei também que por vezes eles ferem como punhais, e que a dor de um amor pode ser demais, mas sei que a mesma faz cada um de nós crescermos, e só com esse crescimento podemos de forma completa viver… E é assim que…

Sinto sua falta

Pra contar uma história
Terá que vestir de história
Pra vestir de história
Terá que despir da própria pele
Tatuar de gestos largos e comedidos
Encher de som e cheiro
Ter no olhar o brilho das estrelas
E o escuro do poço mais fundo
Sem perder as nuances, todas elas
Que habitam entre o claro e o escuro
Pra se contar uma história
Terá que  mergulhar nela
Sem medo de morrer afogado
Terá que levar às alturas
Sem medo de despencar do alto
Pra contar uma história
Terá que inventar as palavras
Terá que despertar o choro
Terá que acender risos
Sem ter que se dar por isso
Pra se contar uma história
Terá que se cantar cada palavra
Com gosto de palavra nova
E cada palavra nova
O som dos sinos trazer contigo
A ecoar desde o sempre até ao infinito
Fundindo silêncio e grito de toda memória...

Olhando nos olhos

Sempre disse o que sentia olho no olho
Para que soubessem que era verdade que o sentia
Sempre disse que amava olho no olho
Para que soubessem que era verdade que amava
Sempre disse que odiava olho no olho
Para que soubessem que era verdade que odiava
Sempre disse que me manteria ao lado de alguém olho no olho
Para que soubessem que era verdade que ficaria
Sempre disse que iria afastar-me de alguém olho no olho
Para que soubesse que era verdade que a abandonaria
Sempre que magoei alguém o fiz olho no olho
Para que soubesse que tentaria não voltar a fazê-lo
Sempre que me magoaram senti-o olho no olho
Para que soubesse que não o deveria voltar a fazer
Sempre encarei toda a gente olho no olho
Para que soubessem que não tinha medo
Sempre efetuei todos os meus combates olho no olho
Para que soubessem que luto quando é necessário fazê-lo
Sempre ganhei e o que ganhei foi olho no olho
Para que soubessem que ganhei respeitando o adversário
Sempre perdi e o que perdi foi olho no olho
Para que so…

Um pouco adiante

Há uma sombra que persigo
E nessa sombra estou eu
Um pouco adiante das palavras
Que me exilam e ausentam
Vou muitas vezes
No sentido contrário do desejo
Atrás da parte de mim que me distrai
Entre eu e a minha sombra não há ninguém
Nesse terreno escorregadio
Em que me ofereço a todos os estragos